Sexta-feira, 25 de Agosto de 2006

O desgraçado do Amor

 

Estamos na presença do verdadeiro Rei dos Boleros da dor de corno. Lindomar Castilho, brasileiro e desgraçado do amor, foi grande na década de 70. Os seus merengues e chá chá chá’s, são suportados por letras bem desgraçadas, onde o autor expia os seus amores impossíveis e a sua vida de cão, retratando-se como o eterno solitário, desprezado pelas mulheres, que apenas encontra compreensão nas “outras”, naquelas que o fazem levar uma vida de pecador.
Talvez cansado de ser o corno manso, que sempre cantou nas suas músicas, Lindomar também ficou conhecido por ter assassinado a esposa, ao encontrá-la com o amante. Ficou anos na cadeia por conta disso. Quando preso até gravou um disco com o título "muralhas da solidão" na penitenciaria goiana.
Deixo-vos dois temas da melhor finura, do maior poeta da dor de corno, que já encontrei:



[Lindomar Castilho - Ébrio de amor]
[Lindomar Castilho - Eu vou rifar meu coração]

publicado por astropastor às 00:39
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De kimikkal a 1 de Setembro de 2006 às 12:51
O verdadeiro artista!

:D


Comentar post

..about

música, cinema, publicidade, comunicação, moda, design, política, sociedade...


Create Your Badge

.mix tape

.tags

. todas as tags

.links

++++

.arquivos

.subscrever feeds