Quinta-feira, 7 de Setembro de 2006

MR. LIF - MO'MEGA

 

Nunca fui e talvez nunca venha a ser o maior admirador da cena rap/hip hop, devo até dizer, que me enojam certos projectos aonde se nota, sobremaneira, o dedo porco e badalhoco das máquinas de marketing, ou o desespero de alguma bandazeca ou projecto em busca da fama e do reconhecimento fácil. Para encontrar exemplos destes, basta olhar, e nem é preciso ser com muita atenção, para os projectos que começam a ter “airplay”, em algumas rádios e televisões Portuguesas. No entanto, não resisti a uma sugestão do Quark Quark, (já que falamos de hip hop, e para vos mostrar como sou “cool”, Respect to Mr Luís por uma critica extremamente apelativa) que nos fala na sua última actualização de MR. Lif e desta sua segunda entrega Mo’Mega.
 
Ora então, Mo’Mega aos olhos de um leigo como eu, sobressai pela postura e escrita original de Mr. Lif, que não se importa de misturar na mesma “panela” a higiene ou a falta dela, que tanto incomoda o autor na altura do acto sexual (junto-me a ele neste Washitup!) e os problemas de adaptação da sociedade Afro Americana, ou no meu entender de todos aqueles infoexcluidos, a quem a pretensa revolução da informação ainda não chega, num inspirado Lookin In. Mr. Lit resolveu por bem ainda prestar, homenagem a Murs, a personagem que parece ser o seu manager, no divertido Murs Iz My Manager, que conta com participação do próprio, que a certa altura diz a Mr. Lit como se deve comportar numa entrevista, “All you have to do is/Repeat their question/And then answer it/Can you do that?”. Pelo meio ficam ainda umas aprimoradas farpas à cena politica, que o meu ainda curto caminho, na audição/interpretação das rimas rap/hip hop, não permite totalmente descodificar, mas que me soam bem acertadas (desculpem por este momento de ingenuidade saloia, mas a verdade acima de tudo).
 
Em termos musicais, Mr Lif, conta com a ajuda de EL –P, produtor que desconhecia, mas que vai passar a ser um nome debaixo de mira. Um som muito conotado com aquilo, que eu acho que sempre foi e deveria ser o hip hop, parece-me que se chama “old school”, mas não me arrisco a adiantar mais nada, não vão os puritanos da cena massacrarem-me com impropérios. No início do álbum, temas como Collapse, Take, Hold, Fire ou Brothaz, carregam consigo um som industrial, que na lógica loop, resulta bastante bem, conferindo às faixas uma rudeza, que em certos aspectos se complementa na perfeição com as letras. No entanto é na segunda metade, que o disco me consegue agradar mais. Quando Lif, se desprende um pouco mais, deixando os temas sérios e políticos, passando o enfoque para o forro do pessoal. Em Washitup!, brinda-nos com o que descobri ser o dancehall, ao que parece uma extensão mais dançavel do reggae, algo que é digo-vos já extremamente convidativo a um abanão de anca, ou a anatomia que preferirem no vosso caso. Em Murs Iz My Manager, a guitarrinha funky e a orquestração devidamente samplada, lá marcam presença num hip hop mais festivo e “up lifted” em perfeita coabitação com o diálogo Lif/Murs, um rap à desgarrada com contornos de documentário da ascenção de MR. Lit até à tão almejada fama.
 
MO’MEGA não será certamente o melhor, em termos de hip hop, que já me passou pelas mãos. É obvio que nunca esquecerei os clássicos dos De La Soul e dos Afonsinhos do Condado, se bem que não tenho a certeza que estes últimos se insiram nesta categoria. Contudo, é muito bom de ouvir, divertido quando é preciso e sério e formal, quando o tema assim o exige, com umas rimas acertadas, cujo conteúdo vos pode deixar a pensar em certos assuntos.

 

publicado por astropastor às 20:03
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De André Carita a 8 de Setembro de 2006 às 00:27
Ah já algum tempo que não passava por aqui...
Reparei que o meu amigo astropastor deu uma nova estética a este espaço.. demonstra muita "acuidade" :)

A sonoridade de Mr. Lif é interessante, apesar da parte "cantada" não ir muito de encontro aos meus gostos musicais!

Um abraço!



De astropastor a 8 de Setembro de 2006 às 00:56
Novas abordagens e muitos jardins mutantes depois :)...


De Número a 19 de Setembro de 2006 às 22:24
O Mr Lif é grande, eu pelo menos gosto bastante. Se gostaste, aproveito para te convidar a descobrires os sons de RJD2, JEL, Non Prophets e principalmente Sage Francis. Espero que as minhas dicas te dêem boas audições ;-)


De astropastor a 20 de Setembro de 2006 às 00:21
Muito obrigado numero, adoro descobrir música desta maneira. Vou então tentar ouvir os projectos que me referes.


Comentar post

..about

música, cinema, publicidade, comunicação, moda, design, política, sociedade...


Create Your Badge

.mix tape

.tags

. todas as tags

.links

++++

.arquivos

.subscrever feeds