Quarta-feira, 27 de Dezembro de 2006

Obrigado por seres burro




Porque nem só de música vive o homem, hoje ofereço-vos um pequeno conto de G. Bernard Shaw , um clássico muito aclamado, que estou a ter a felicidade de descobrir, graças a um simpático e desconhecido burro, que fez o favor de o deitar ao lixo. Descobri este e uma pilha de outros, e o mais estranho é que já se vai tornando hábito encontrar por inúmeras vezes livros no lixo.

Vou partilhar convosco, o conto mais sublime desta colecção. Trata-se de uma estória , que expõe as incongruências e injustiças da guerra, mais concretamente da primeira Grande Guerra.

publicado por astropastor às 22:59
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De eu a 30 de Dezembro de 2006 às 16:44
humn...mas o pai natal foi assim tão mau, ao ponto de andares a vasculhar prendas no lixo?


De astropastor a 11 de Janeiro de 2007 às 02:23
Eu não vasculhei. Os livros estavam bem visiveis :)


De eu a 11 de Janeiro de 2007 às 21:30
ok ok


Comentar post

..about

música, cinema, publicidade, comunicação, moda, design, política, sociedade...


Create Your Badge

.mix tape

.tags

. todas as tags

.links

++++

.arquivos

.subscrever feeds