Terça-feira, 24 de Janeiro de 2006

My Morning Jacket - It Beats For You




A nova Lei da Rádio contempla uma quota para a música portuguesa que varia entre os 25 e os 40%, estabelecida anualmente pelo Governo. Querem com isto fomentar o consumo de música nacional no nosso território, impondo quotas obrigatórias às rádios. Não sei o que terá motivado a Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura, a aprovar esta alteração à lei. Se uma tentativa de incentivar um mercado, que como tantos outros em Portugal, não se segura pelos seus meios, ou se um súbito acometimento de patriotismo cultural, do género barroco, de que tantas vezes padece o nosso poder politico.
A medida, na minha modesta opinião peca por dois motivos. Primeiro, por ser injusta, quando se impõe apenas a uma arte como a música e a um meio de comunicação como a rádio. A existir na realidade um interesse genuíno de motivar o consumo de cultura Portuguesa, teriam obrigatoriamente de ser abrangidos, os outros meios como a Tv e a Imprensa, e outras artes como por exemplo o cinema. Em segundo lugar, a medida é descabida, porque, não é com obrigatoriedades que se leva ao consumo de determinado produto cultural. Já na Segunda Guerra Mundial, se chegou à conclusão, que mais depressa se vence a vontade das massas, com propaganda, do que com repressão. Mas os iluminados, que nos regem, lá saberão o que estão a fazer. Eu vou manifestar desde já a minha rebeldia a esta medida imposta pelo governo, escolhendo para esta noite, mais um tema estrangeiro, só espero é que, não me mandem fuzilar. My Morning Jacket – It Beats For You.
publicado por astropastor às 22:54
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Anónimo a 26 de Janeiro de 2006 às 01:23
Há música Portuguesa de excelente qualidade. Gosto bastante. Mas não julgo, que deva ser ensinado a gostar. Existem meios de informação, que dão a devida exposição à música Portuguesa, não acho necessária a obrigatoriedade de quotas. Ou se vamos entrar por esse caminho, acho lógico, que no minimo se imponha a mesma obrigação às televisões e aos filmes estrangeiros que passam. Se é para vergar um, vergam-se todos.astropastor
(http://perolas.blogs.sapo.pt)
(mailto:)


De Anónimo a 25 de Janeiro de 2006 às 18:32
Primeiro responder-te ao teu comment no Alfinete de Peito, podes editar. Eu apoio a música tuga a 101%, pena já ter tido melhores dias.

Temos dito.Alfinete de Peito
(http://alfinetedepeito.blogspot.com)
(mailto:alfinetedepeito@gmail.com)


De Anónimo a 25 de Janeiro de 2006 às 00:39
Olá rapazes!

Bem, isso é uma questão muito complexa...
por uma lado, aquilo que os ouvintes devem ouvir é as músicas que mais gostam, respeitando a vontade individual, sejam os temas portugueses ou não. Por outro muitas vezes as músicas portuguesas não são pedidas porque nem sequer passam na radio, e não havendo espaço para tocarem, tb mão chegam ao ouvido, o que nos possibilitaria uma melhor apreciação crítica e possivelmente o adquirir do gosto por essa mesma música....

Obrigado pelo feedback positivo, é sempre gratificante sabermos que mais pessoas apreciam o que escrevemos. É claro que podes editar à tua vontade! estamos curiosos e ansiosos por ver o remake ;)

Forte abraço dos Alfinetes!Alfinete de Peito
(http://alfinetedepeito.blogspot.com)
(mailto:alfinetedepeito@gmail.com)


De O Puto a 24 de Março de 2006 às 13:57
Acho a quota demasiado elevada, até porque não acho que haja assim tanta música portuguesa de qualidade que preencha o airplay. O resultado nunca será o esperado, de certeza.
Com essa canção, não serás fuzilado. Por mim, erguia-te uma estátua.


De astropastor a 28 de Março de 2006 às 02:42
Tb concordo contigo. Não há tanta música portuguesa interessante, que justifique essa medida.


Comentar post

..about

música, cinema, publicidade, comunicação, moda, design, política, sociedade...


Create Your Badge

.mix tape

.tags

. todas as tags

.links

++++

.arquivos

.subscrever feeds